Roma, 4/5/2018. – O Papa Francisco presidirá amanhã, sábado 5 de maio em Tor Vergata, na periferia de Roma, um encontro internacional do Caminho Neocatecumenal por ocasião do aniversário dos 50 anos de sua chegada a esta cidade. Será um encontro de agradecimento por todos estes anos de amor e fidelidade de Deus ao Caminho, reconhecido pela Santa Sé como uma iniciação cristã de adultos, que nasceu entre os pobres dos barracos de Palomeras Altas, na periferia de Madri (Espanha).

Kiko Argüello, iniciador do Caminho e responsável da equipe internacional, afirma: “estamos muito agradecidos ao Papa Francisco por celebrar conosco estes 50 anos do Caminho”. “Primeiro o Santo Padre nos recebeu em audiência no dia 4 de setembro do ano passado. Nós lhe apresentamos o encontro e desde o primeiro momento ele se mostrou disposto a presidi-lo”. Na quinta-feira passada, 19 de abril, a equipe formado por Kiko Argüello, Pe Mário Pezzi e María Ascensión Romero reuniu-se novamente com o Pontífice para finalizar os detalhes do evento. “O Papa, como havia feito em outras ocasiões, nos agradeceu pelo bem que o Caminho está fazendo à Igreja, concretamente através da iniciação cristã e da evangelização em todo o mundo”. O encontro de amanhã terá muito presente Carmen Hernández, coiniciadora do Caminho junto com Kiko, falecida em 19 de julho de 2016, em Madri. “Carmen foi uma mulher fantástica que amou a Igreja mais que eu e que sempre esteve ao meu lado em todos estes anos. Nunca me adulou, sempre me falou a verdade. E ela mesma dizia que me trouxe o Concílio Vaticano II na bandeja”. O iniciador do Caminho também destaca “o amor que os diferentes Pontífices, em especial João Paulo II, tinham por Carmen”. Kiko, junto com o Pe Mario Pezzi e María Ascensión Romero, convida também todo o que desejar comemorar este 50º aniversário. Participarão do encontro ao menos 15 cardeais e 90 bispos provenientes de diversas partes do mundo, bem como alguns embaixadores ante a Santa Sé. Começará às 10 horas com uma breve apresentação de Kiko dos milhares de peregrinos provenientes das 134 nações de todo o mundo nas quais está presente o Caminho. Em seguida, anunciará o Kerigma, a Boa Nova da morte e ressurreição de Jesus Cristo. O Papa Francisco chegará às 11 horas e, após a apresentação da assembleia e da proclamação do Evangelho, pronunciará seu discurso. Em seguida, serão enviadas as 34 novas missio ad gentes que irão evangelizar as regiões secularizadas onde a Igreja tem pouca presença. Francisco enviará também 25 comunidades das paróquias de Roma – que concluíram esta iniciação cristã e receberam o destino no encontro realizado no domingo passado, 22 de abril, na Basílica de São Paulo Extramuros – a outras da periferia da cidade cujos párocos solicitaram sua ajuda para chamar os afastados da fé.

O encerramento será com o canto “Te Deum” para agradecer por estes 50 anos.